D-Link anuncia 7 tendências para o mercado de conectividade em 2015

São Paulo, fevereiro de 2015 – A D-Link Brasil encerra o ano de 2014 com várias conquistas acumuladas, como os prêmios “LatAm Channel Academy 2014”, na categoria  fornecedor do ano em conectividade, e “Campeões do Canal” sendo destaque entre as melhores empresas nas categorias Networking e Equipamentos de Segurança Física. Além disso, foi novamente a melhor empresa em seu segmento no Prêmio Reclame Aqui, ficando em 2º lugar no geral na categoria Eletroeletrônicos.

Segundo Victor Proscurchin, presidente da D-Link Brasil:A empresa conseguiu crescer no Brasil em um ano complicado para o mercado em geral. Obtivemos este resultado ao promover lançamentos relevantes e inovadores, aliados a um novo processo rígido de qualidade, agregando valor e elevando a experiência do usuário final para um novo patamar de tecnologia e interatividade, consolidando o pioneirismo da D-Link no mercado de conectividade.

Ainda no final de 2014, a empresa começou um processo de integração com a América Latina para adotar as melhores práticas, buscando eliminar redundâncias de processos e atividades, além de reduzir custos e ganhar eficiência na comunicação interna e com o mercado.

As conquistas e avanços feitos pela D-Link em 2014 não param. A empresa já anunciou importantes lançamentos que devem fazer parte de seu portfólio no próximo ano.

A empresa prevê 7 grandes tendências para o mercado de conectividade em 2015, tanto no mercado de consumo quanto no corporativo.

Tendências 2015 para o Mercado de consumo

1.    Internet das Coisas (IoT). De automóveis a eletrodomésticos, de relógios de pulso e óculos a fechaduras, a grande tendência é que qualquer coisa (literalmente) possa ser facilmente monitorada e gerenciada na palma da mão, com a explosão de tablets e smartphones. Que tal abrir as portas de casa e acender a luz da sala, na medida em que o usuário simplesmente se aproxima delas? E o que aconteceria se a polícia e os bombeiros fossem acionados automaticamente em caso de princípio de alagamentos? É a tecnologia conectada em ação, facilitando a vida das pessoas. Com a Internet das Coisas, o próximo passo é...

2.       Automação Residencial – “Casa Conectada”: com a popularidade da Internet, seu avanço em performance e disponibilidade, as soluções para automação residencial gerenciadas remotamente deverão ganhar ainda mais relevância em 2015.  As soluções de automação residencial – “Casa Conectada” - apresentadas pela D-Link são compostas por câmeras para monitoramento, kits para controle de iluminação, soluções para gerenciamento de energia - smart plugs, sensores para detecção de fumaça e inundação, sirenes/alarmes de segurança, sensores de janela/porta e sensores de movimento. Todos os equipamentos desta casa inteligente são gerenciados pela internet, por meio do exclusivo aplicativo mydlink Home, uma interface intuitiva para tablets e smartphones, disponível na Google Play e Apple Store. Nele é possível checar, adicionar e configurar todos os dispositivos conectados, aplicando regras de uso para que o funcionamento seja personalizado para as necessidades do usuário, como ligar, desligar a luz de casa remotamente, programar alertas para que seja avisado quando ultrapassar o limite de consumo de energia fixado, dentre outras possibilidades. O primeiro passo para uma casa conectada será...

3.    Conectividade sem fio 11AC, o Wi-Fi mais rápido do mundo. Com essa nova onda de Internet das coisas, tanto empresas como pessoas precisarão melhorar suas infraestruturas de redes sem fio para suportar e melhorar a performance de tantos equipamentos conectados. O 11AC representa a quinta geração da tecnologia wireless para a transferência de dados das redes sem fios. Ele pode atingir velocidades de até 6.9Gbps (quase oito vezes mais do que o padrão atual), e hoje representa cerca de 10% do mercado. Oferece maior alcance de sinal, capacidade de trabalhar com duas bandas de frequência (dual-band) para minimizar interferências (ideal para streaming de vídeo) e maior velocidade de transmissão.

Esse novo padrão também possui uma tecnologia chamada de Beamforming, que garante uma melhor performance de conexão entre equipamentos de fabricantes diferentes, característica fundamental para essa nova era.

Conforme os usuários aumentam o número de dispositivos conectados e a complexidade de tarefas na rede Wi-Fi, os roteadores tradicionais de 150 Mbps são insuficientes. Para 2015, a D-Link ampliará sua oferta desta tecnologia com roteadores que oferecem velocidade de até de 5.300 Mbps. A previsão é de que estes produtos cheguem ao Brasil em 2015, em data a ser confirmada pela empresa. Até lá, a lista de dispositivos compatíveis com esta tecnologia deverá aumentar ainda mais, tornando-se referência no mercado. Após a implementação de uma roteador robusto, o próximo passo é garantir a disponibilidade do sinal Wi-Fi por toda a casa, afinal não existe Internet das Coisas sem conexão.

4.       Conectividade por meio da rede elétrica – o maior desejo dos consumidores na era da Internet é não perder o sinal Wi-Fi. Entretanto, o maior problema enfrentado é que, muitas vezes, o sinal chega muito fraco em alguns lugares da casa ou do escritório por restrições físicas (paredes e obstáculos em geral). Para melhorar a conectividade sem fios, existem os chamados repetidores wireless, que até agora se restringiam apenas ao padrão Wi-Fi. Uma nova tecnologia para o mercado brasileiro e latino americano estará disponível para os consumidores em 2015. Também conhecida como PLC (Power Line Communication), esta tecnologia transforma a rede elétrica da residência ou empresa em uma rede de dados IP. Os dispositivos são pequenos, têm o formato de adaptadores de tomada e, por serem fáceis de instalar, podem criar uma rede sem fio em cada cômodo do ambiente. Praticamente nenhum cabo é necessário. A maior vantagem é que com essa tecnologia a velocidade de conexão se mantém bastante alta (também ideal para streaming de vídeos), quando comparada com repetidores Wi-Fi, que enfrentam ‘barreiras’ do ambiente para propagar o sinal. Outro destaque é a eliminação da necessidade de passar cabos de redes pela residência para criar novos pontos de rede. A D-Link já anunciou o lançamento dos modelos DHP-W311AV e DHP-W310AV para 2015. Após garantir alta disponibilidade de Wi-Fi por todos os cômodos, chegou a hora de garantir a segurança da família e patrimônio...

5.       Monitoramento à distância IP. A implementação de soluções de vigilância IP e monitoramento está gradativamente migrando de empresas para residências. As tecnologias IP vão progressivamente superar a tecnologia de monitoramento ou vigilância a cabo coaxial (ou CFTV), em função de sua facilidade de uso, custos totais de aquisição inferiores (equipamento+instalação) e também pela crescente necessidade de segurança e maior demanda por soluções de proteção de patrimônio pelos usuários domésticos. As soluções baseadas em tecnologia IP permitem monitorar pessoas queridas, animais de estimação e vigiar a sua casa e/ou escritório a distância, com o uso de aplicativos como o mydlink, via tablet ou smartphone. Já as soluções CFTV permitem – em sua maioria - penas o acesso local das imagens capturadas ou gravadas. A previsão para 2015 é que o mercado IP seja impulsionado pela grande facilidade de instalação destas soluções, que são sem fio, e também pela possibilidade de armazenar as imagens gravadas em cartões microSD, dispositivos dedicados a gravação (NVRs) ou plataformas na ‘nuvem’. A plataforma mydlink facilita o gerenciamento de várias câmeras simultaneamente, possibilitando o acompanhamento das gravações remotamente com o uso do aplicativo gratuito instalado no tablet ou no smartphone. A D-Link é uma empresa pioneira em oferecer soluções IP de monitoramento para o mercado doméstico, sendo líder neste segmento.

 

Tendências de Networking para o mercado corporativo 

6.    Mobilidade e conectividade. A área de TI deve buscar no mercado de networking provedores de soluções que possam oferecer uma infraestrutura de rede, que seja capaz de garantir o crescimento e a expansão da rede com economia e segurança. A explosão da mobilidade fez com que o número de dispositivos conectados nas empresas aumentasse vertiginosamente. Mesmo que as companhias não planejem o crescimento de suas operações, o número de dispositivos per capita deverá alavancar a necessidade de soluções wireless unificadas e centralizadas, devido à necessidade cada vez maior de performance e estabilidade nas redes sem fios. Isso eleva a demanda por switches e controladoras, que permitem a centralização da gestão e divisão da rede para diferentes usos pela empresa, garantindo uma rede sem fio estável e de qualidade para um futuro que já chegou em algumas empresas e logo chegará a todas as outras...

 

7.    BYOD – Bring Your Own Device: As evoluções dos smartphones, tablets e notebooks são praticamente diárias e a entrada deles nas redes empresariais se tornou uma realidade. O grande desafio é segurança digital e confidencialidade dos dados, que podem ser atacados de fora para dentro ou de dentro para fora das redes, ao receber um notebook com vírus, por exemplo. Bloquear tudo ou liberar geral? Ainda não existe uma regra ou política ideal de administração, pois o meio termo pode variar para cada situação e/ou empresa. A segurança da informação afeta a empresa como um todo, cabendo um estudo que, com certeza, envolverá não só a tecnologia, mas também políticas e regras jurídicas de efeito trabalhista e legal. Fica aí o grande desafio não só para os administradores de TI, mas também para os departamentos jurídico e de RH.

Sobre a D-Link:

A D-Link é uma das líderes mundiais em conectividade, monitoramento, e soluções em Cloud Computing. Conta com subsidiárias nos maiores mercados do mundo e com uma extensa rede de distribuidores em mais de 100 países. Presente no Brasil desde 2000, a D-Link oferece soluções de conectividade para consumidores, empresas e setor público.

A empresa trabalha para oferecer a melhor experiência para os seus clientes, fazendo com que pessoas e empresas conectem-se mais e de uma maneira mais fácil. Um dos destaques nos mercados em que atua é sua diferenciação por oferecer soluções que reúnem alta tecnologia, design e a melhor relação preço/performance, sempre buscando a melhor experiência  de uso dos produtos aliado às tendências mundiais.

A D-Link mantém centros de pesquisa e desenvolvimento dentro de fora de Taiwan, seu país sede, e conquista ano a ano mais reconhecimento com premiações que pela sua intensa capacidade de inovação e dinamismo.

Para mais informações, visite o site www.dlink.com.br ou conecte-se com a D-Link no Facebook e Twitter.