D-Link apresenta soluções para conectividade, vigilância e diferenciais para o mercado corporativo no IT Forum Expo em São Paulo

São Paulo, novembro de 2015 – Com 29 anos de experiência e pioneirismo no desenvolvimento, aplicação e suporte de redes, suporte técnico, garantia local e rede de parceiros habilitados no Brasil e no mundo, a D-Link é reconhecida no mercado de conectividade por suas soluções de Switching, Surveillance, Storage e Softwares (4S). Para reforçar seu portfólio e diferenciais para o mercado corporativo a empresa participa do IT Forum Expo, que ocorre entre hoje e amanhã no WTC Golden Hall, em São Paulo (SP). O evento tem como finalidade integrar toda a comunidade de TI e promover um ambiente para geração de conteúdo, relacionamento e negócios.

Durante sua participação, a companhia irá expor alguns de seus produtos para o mercado corporativo: a controladora Wi-Fi DWC-1000, a câmera IP DCS-2132L, o gravador de vídeo DNR-202L e o switch camada 2+ DGS-1510-28. No segundo dia do evento serão sorteados aos participantes do IT Forum Expo o roteador Ultra Wi-Fi AC3200 DIR-890L, o roteador mais rápido disponível no Brasil e um dos mais velozes do mundo, e um Kit Powerline DHP-W311AV, que permite estender o sinal do roteador para vários ambientes através da rede elétrica.

A empresa tem como proposta mostrar aos visitantes do IT Forum Expo sua capacidade de oferecer a melhor experiência em soluções de conectividade e vigilância de maneira segura. Para isso, a D-Link apresentará as soluções dos produtos 4S bem como seus benefícios 4S+.

Alguns dos destaques da D-Link no mercado corporativo são sua diferenciação, flexibilidade, capacidade de inovar e o fato de atender a projetos de diferentes portes em networking. Sobre o assunto, André Marchiori, presidente da D-Link América Latina, comenta: “Temos uma grande oportunidade de ampliar nossa atuação no mercado corporativo, pois possuímos um grande portfólio de produtos e casos de sucesso com empresas de grande porte, que, como uma delas, possui em seu parque de equipamentos mais de 40.000 switches gerenciáveis D-Link”. 

De acordo com o executivo, o mercado vive um momento muito apropriado para a expansão da atuação dos negócios, pois o momento econômico em que a América Latina e o Brasil se encontram oferece vantagens competitivas para a empresa. “Isto ocorre pelo fato da D-Link possuir flexibilidade e foco em atender às novas demandas e tendências tecnológicas de mercado, oferecendo, assim, uma proposta de valor baseada em vantagens reais, sendo a principal delas o fato de sermos um provedor com capacidade de oferecer diversos tipos de produtos em networking”, completa Marchiori. O portfólio da D-Link é vasto o suficiente para atender ao mercado empresarial, pois a companhia possui um extenso know-how e uma grande equipe de desenvolvimento focada em atender aos requerimentos dos mais complexos projetos.

Os diferenciais da D-Link não estão somente nas tecnologias, mas também em seu valor agregado, que está baseado em ser um provedor de soluções integradas, desde o pré-vendas até o pós-venda, oferecendo segurança, melhor “total cost of ownership” (custo total de propriedade e manutenção) e escalabilidade em qualquer modelo de ambiente, seja Wi-Fi, vigilância, conectividade ou armazenamento.

Confira os diferenciais da D-Link para o mercado corporativo (4S+)

1. Solution Selling (Solução de venda)

A D-Link tem presença global, possui mais de 2.700 funcionários no mundo, quatro fábricas internacionais, dois centros de desenvolvimento tecnológico no mundo e está no Brasil desde 2000. Com a mudança de seu centro de distribuição para o Espírito Santo em 2015, a sede da empresa seguirá para novas instalações , mas permanecerá fixada em Barueri, município em que está situada desde 2013. A empresa, fundada em 1986, possui diversos produtos para atender às necessidades de redes e vigilância das empresas. Dentre eles, o destaque está nas soluções wireless unificadas (controladoras, APs gerenciáveis e APs standalone), switches (switches gerenciáveis camadas 2, 2+ e 3), monitoramento IP (câmeras de rede, gravadores de vídeo e sistemas de gerenciamento de vídeo – VMS) e dispositivos de armazenamento unificados (NAS, ISCSI e SAN).

Dentro de seu mix de produtos para Switches, por exemplo, a empresa conta com sistemas de gerenciamento de rede via SNMP, switches chassi, switches gerenciáveis camadas 2/2+/3, switches smart e switches não gerenciáveis, além de soluções completas e específicas para provedores e para o mercado de telecomunicações. A empresa ainda oferece garantia vitalícia na maioria dos produtos de sua linha de switches (www.dlink.com.br/lifetime) e conta com ampla rede de parceiros certificados e preparados para atender aos mais variados projetos.  Para saber mais sobre as soluções D-Link para o mercado corporativo, consulte www.dlink.com.br/empresa.

2. Security (Segurança)

Em Switching: todos os recursos de segurança disponíveis na D-Link para o mercado corporativo foram desenvolvidos para oferecer redundância e resiliência aos ambientes implementados, como Ethernet Ring Protection Switching – ERPS e OAM, segurança à rede contra ataques DoS e inoperância (looping), oferecendo recursos como Loop Detect e SafeGuard Engine.

Em Wi-Fi: a D-Link oferece resiliência através do ajuste automático de canais e potência dos pontos de acesso, garantindo assim a melhor performance Wi-Fi, além do captive portal, que  permite personalizar a forma de conexão e autenticação do usuário no meio Wi-Fi.

Em câmeras IP (Surveillance): os produtos possuem a resolução de até 3MP, utilizados em projetos complexos em que a identificação e o reconhecimento visual são pontos-chave. Além disso, as câmeras possuem o padrão ONVIF, possibilitando assim uma simples integração com todos os sistemas atuais de monitoramento. As câmeras D-Link possuem diversos níveis de proteção externa antivandalismo e resistência às intempéries.

3. Saving (Economia)

A D-Link oferece o melhor total cost of ownership ou TCO (custo total de aquisição do mercado, proporcionando às empresas economias diretas e indiretas)[1]. Quando aplicamos o conceito de forma literal e não somente “matemática”, os principais elementos que justificam o excelente TCO oferecido pela D-Link são:

·           Custos de planejamento: A D-Link oferece projetos customizados e adaptados ao mercado corporativo e possui uma rede de parceiros que elaboram projetos de acordo com a necessidade dos clientes;

·           Custos de aquisição: A D-Link possui um excelente custo de aquisição em seus produtos, além de qualidade e tecnologias para atender aos projetos mais complexos;

·           Custos de operação e manutenção: a linha corporativa D-Link possui garantia vitalícia e pode oferecer um modelo de suporte personalizado através de seus canais corporativos certificados.

Além das justificativas acima, a D-Link possui tecnologias que colaboram para a redução de custos diretos e indiretos, e estes custos podem ser categorizados da seguinte forma:

·           Custos diretos (quantificáveis):

- Hardware (aquisição e upgrades) e softwares (aquisição, upgrades e licenças): a fabricante busca manter-se alinhada com as novas tendências em tecnologia e assim integrá-las às suas atualizações de hardware e software;

- A tecnologia D-Link Green existente na linha de switches possibilita que as portas do equipamento não utilizadas não consumam energia, tornando-as menos suscetíveis à a manutenção(economia de energia);

- O PoE (Power over Ethernet) permite fornecer energia elétrica através do cabo de rede, eliminando o custo de um projeto de cabeamento elétrico dedicado;

- A D-Link oferece suporte e garantia aos seus projetos e disponibiliza uma área de suporte específica para atender projetos corporativos que utilizam as mais avançadas tecnologias;

- A fabricante possui um software de gerenciamento centralizado que permite integrar qualquer dispositivo de rede com suporte ao protocolo SNMP, disponibilizando os seguintes recursos: configuração e backup dos equipamentos de forma massiva, inventários, informações de eventos em tempo real, dentre outros. 

·           Custos indiretos (não quantificáveis):

- Custo de usuário final (interface amigável de configuração). Por possuir interface WEB bastante intuitiva, é possível diminuir o tempo de aprendizado no manuseio do equipamento D-Link, aumentando assim a produtividade do colaborador;

- Downtime (perda de produtividade devido a paradas)[2]. Através de funcionalidades de segurança e resiliência embarcadas nos equipamentos D-Link, é possível minimizar os impactos causados por ataques de negação de serviço (DoS), protegendo a CPU do equipamento evitando assim que ele se torne inoperante ou até mesmo criar caminhos alternativos quando uma conexão é interrompida, mantendo a rede sempre em funcionamento.

4. Scalability (Escalabilidade)

A D-Link proporciona tecnologias que permitem o uso de diversas aplicações sem que o cliente tenha que investir em uma nova rede. As soluções da fabricante taiwanesa integram-se perfeitamente às topologias de rede existentes, oferecendo equipamentos com suporte aos principais protocolos utilizados no mercado, como IPV6.

Dentro dos fatores de escalabilidade, podem ser mencionados:

·           Linha de switches gerenciáveis: a D-Link possui o recurso de empilhamento, possibilitando assim o aumento da capacidade de comutação e concentração de portas em seus produtos, o que permite a ampliação da rede a qualquer momento;

·           Linha de Access Points: o AP DWL-8610AP possui a mais recente tecnologia Wi-Fi 11AC, que permite adicionar mais usuários à rede e o uso de aplicações mais robustas por equipamento.  

·           Linha de surveillance (vigilância): a D-Link disponibiliza em suas soluções de vigilância o recurso Onvif, que garante a compatibilidade com os principais sistemas de vigilância eletrônica disponíveis no mercado. Para aplicações proprietárias ou customizadas, ainda há a opção de desenvolvimento por meio do Software Development Kit.

Além dos benefícios das soluções e diferenciais da D-Link no mercado corporativo a empresa está preparada para, em conjunto com seus parceiros estratégicos, desenvolver projetos customizados, com etapas que vão desde a fase de levantamento de dados, diagnósticos da rede atual, compreensão das necessidades do projeto, análise da topologia física e lógica até o mapeamento das aplicações críticas do ambiente. Com isso, é capaz de propor as modificações necessárias para obter o resultado esperado pelo cliente final.

Serviço:

3º IT Forum Expo

Data: 17 e 18 de novembro de 2015

Hora: das 8h30 às 19h

Local: WTC Golden Hall

Endereço: Avenida das Nações Unidas, 12551, Brooklin Novo – São Paulo

Informações e agenda do evento em http://www.itforumexpo.com.br/

 

Sobre a D-Link:

A D-Link é uma das líderes mundiais na área de equipamentos para infraestrutura de redes convergentes e seguras, monitoramento e soluções em cloud computing para consumidores finais e empresas. Conta com subsidiárias nos maiores mercados do mundo e uma extensa rede de distribuidores em mais de 90 países.

Presente no Brasil desde 2001 busca continuamente por meio da oferta de soluções de conectividade melhorar a  experiência de acesso às redes, para que seus clientes mantenham-se conectados e obtenham  mais experiências, produtividade e oportunidades no dia a dia. Para isto, a D-Link mantém centros de pesquisa e desenvolvimento dentro e fora de Taiwan, seu país sede, mantendo no Brasil um laboratório de qualidade. Ano a ano a empresa se orgulha em conquistar reconhecimento de mercado com premiações relacionadas à inovação, qualidade e performance de seus produtos.

Para mais informações, visite o site www.dlink.com.br ou conecte-se com a D-Link no Facebook e Twitter.

 

[1] TCO é um conceito para a avaliação dos custos, assim como os benefícios relacionados à compra de componentes para a gestão da Tecnologia da Informação - TI. O conceito de TCO foi inicialmente desenvolvido pelo Gartner Group, sendo que hoje existem diversas variantes que oferecem maior sofisticação.

[2] As proporções nos custos correspondem aproximadamente aos apresentados usualmente nos projetos de gestão espacial na realidade do Brasil.